Victoria

Austrália

Altas florestas tropicais, resorts de esqui, infindáveis costas litorâneas, íngremes penhascos, colinas esverdeadas, desertos de areia vermelha – essa é a incrível diversidade e a beleza que o estado de Victoria oferece! Muitas pessoas visitam esse estado por diversos motivos: suas atrações naturais, história e gastronomia, ou mesmo para participar dos maiores eventos esportivos, de moda e culturais do país.
Amantes de vinho e boa comida reconhecem o estado por sua magnífica oferta de vinícolas, refeições gourmet e restaurantes premiados. Para uma avassaladora opção de culinárias diferentes, o melhor é dirigir pela estrada cênica de Yarra Valley, perto de Melbourne, ou ao redor da região gourmet de Milawa, no King Valley, onde pode-se provar queijos, mostardas, e os mais variados tipos de mel. Desde a vasta ostentação dos esplêndidos restaurantes de Melbourne até as frutas cítricas de Mildura e os frutos do mar fresquinhos do Lago Entrance, Victoria é o paraíso para os amantes da boa gastronomia!

Quanto à sua história, no passado, o estado de Victoria foi obcecado pelo ouro. Em meados do século XIX, dezenas de milhares de garimpeiros viajaram até as minas de ouro de Victoria com seu material de trabalho e se alojaram ali. Hoje em dia, esses vilarejos se tornaram modernas cidades, equilibrando arquitetura antiga estonteante com galerias de arte, modernos cafés e retiros luxuosos.

No Parque Nacional de Phillip Island visitantes podem encontrar coalas e assistir os Pequenos Pinguins enquanto estes saem do mar em grupo, todos os dias, durante o pôr do sol. Já em Logans Beach, perto da cidade de Warrnambool, é possível avistar as baleias enquanto estas retornam às águas para procriar. Mais ao centro do estado, Daylesford é a capital do spa de Victoria, onde os visitantes podem provar de sua água mineral rejuvenescedora.
Além disso, por todo o restante do território, maravilhas naturais como por exemplo, os Grampians, são formadas por mata nativa vitoriana arquetípica: antiga e bonita. A Great Ocean Road, com seu litoral cênico, é outro ícone inesquecível da região, bem como o Rio Murray, com seu pôr-do-sol de tirar o fôlego, que se estende até o topo do estado, enquanto a Great Alpine Road oferece infinitas vistas de montanhas com picos nevados, campos de flores silvestres e rústicas cidadelas, para mais a frente encontrarmos os espetaculares Lagos Gippsland, o maior sistema lacustre da Austrália.

MELBOURNE

Melbourne, a capital do estado, está situada em torno das margens da Baía de Port Phillip e ostenta um ambiente ativo e cosmopolita, com boutiques chiques, cafés e bares tumultuados, jardins impecáveis, festivais e populares eventos esportivos. A cidade fica às margens do Rio Yarra, a aproximadamente cinco quilômetros da baía.
Uma rápida olhada no mapa e fica óbvio que Melbourne é uma cidade planejada: uma organizada e equilibrada grade de ruas ordenadamente angulares. Porém, sob esse senso de limitação existe uma incansável energia criativa, expondo o trabalho de talentosos artistas locais, arquitetos e estilistas em lojas, boutiques, cafés, galerias escondidas e bares da moda.

Melbourne é uma cidade de estilo e sofisticação, com uma convidativa atmosfera cosmopolita. É uma mistura de culturas que se reflete em seu microcosmo de restaurantes, cafés, bistrôs e bares, com uma oferta variada e estonteante de culinárias fantásticas, servindo desde as refeições substanciais e clássicas até as verdadeiramente exóticas.
No quesito compras, Melbourne fascina seus visitantes com não apenas criações de estilistas locais como também com o melhor das mais conhecidas marcas internacionais, disponíveis em shopping centres e em suas tradicionais e sofisticadas arcadas e vielas.
O centro de Melbourne é formado por vários redutos que apresentam sabor e charmes distintos. Alguns são formados apenas por uma ou duas vielas, enquanto outros formam um subúrbio ou constituem-se de uma das agitadas ruas do centro. Passar algum tempo vivenciando a riquesa das diferentes culturas presentes em Melbourne, desde o quateirão grego próximo à rua Lonsdale, o quarteirão italiano na Rua Lygon ou o vietmanita na Rua Victoria até a cultura chinesa em Chinatown ou o luxuoso final parisiense da Rua Collins, é uma das mais interessantes experiências que Melbourne pode proporcionar.

 

YARRA VALLEY & DANDENONG RANGES

Esse é o lugar para relaxar e deixar os especialistas apresentarem a famosa gastronomia da região, seja participando de um tour gastronônico programado ou criando sua própria rota com auxílio de um guia particular para visitar as melhores vinícolas e restaurantes do estado.
Para quem prefere ir sozinho, existem diversas rotas turísticas na região, incluindo a Trilha Regional Gastronômica de Yarra Valley, onde pode-se descobrir a melhor produção de vinhos da área em fazenda, barracas de beira de estrada, adegas e lojas gourmet. Outra opção é sobrevoar as vínícolas a bordo de um balão!
Healesville é famosa por seu internacionalmente renomado Santuário de Vida Selvagem, abrigando mais de 200 espécies nativas australianas. Cercada por cenários rurais, a cidade é um importante centro gastronômico e sedia anualmente o Festival da Uva de Yarra Valley, onde pode-se visitar vinícolas locais para provar os vinhos por elas produzidos e também conversar com os produtores.

Yarra Glen é uma cidade voltada à produção agrícola e de laticínios situada no coração de Yarra Valley, base ideal para quem quer aproveitar as provas de vinhos oferecidas nas adegas e experimentar um pouco dos produtos produzidos localmente. Localizada a curta distância de Melbourne, Yarra Glen é um popular destino de final de semana, com suas várias atividades e atrações.
Nessa mesma região, por mais de 100 anos as Cordilheiras Dandenong tem sido o retiro idílico de moradores de Melbourne em busca do ar fresco da montanha e de descanso da vida agitada da cidade. A marioia dos visitantes seguem para vilas nos topos das montanhas, a fim de deleitarem-se em luxuosos refúgios com belos jardins e vistas para florestas magníficas. 

DAYLESFORD & THE MACEDOM RANGES

Daylesford fica bem próxima a Melbourne e oferece acomodações estilo boutique, lojas e galerias antigas, esportes aquáticos no lago e ótimos vinhos e restaurantes. Um verdadeiro conto de fadas!

MORNINGTON PENINSULA

Quem dirige através da Península Mornington pode ser perdoado por pensar que de repente dirigiu demais, para longe da Austrália! Colinas repletas de oliveiras e vinhedos encontram acomodações vista mar, e produtos locais são servidos em românticos restaurantes e vendidos em mercados movimentados. Tudo isso há apenas uma hora de Melbourne.

PHILLIP ISLAND

Phillip Island fica há 90 minutos de Melbourne e é o local ideal para aqueles que querem ver de perto a exótica fauna australiana em seu habitat natural, como pinguins, focas, coalas e pássaros.

GREAT OCEAN ROAD

A região da Great Ocean Road permeia os contornos do litoral sudoeste de Victoria e oferece aos visitantes uma das mais espetaculares estradas litorâneas não somente da Austrália, mas do mundo!
A jornada começa em Geelong onde descobre-se belas praias, ótimas mercearias, uma cultura fascinante e uma enorme variedade de atividades desde pesca e golfe até esportes aquáticos, como mergulho e surfe.
Ao longo da costa, cidades como Lorne e Apollo Bay são a base perfeita para aqueles em busca de um retiro à beira-mar, com praias estonteantes e ampla oferta de esportes aquáticos, bem como uma das mais belas florestas tropicais australianas nas Cordilheiras Otway. Uma das extensões mais visitadas da estrada é a cidade de Port Campbell. Cercada por um mar selvagem e ventos ferozes, o litoral ao redor de Port Campbell foi esculpido através de milhões de anos até formar uma série de rochas impressionantes que se elevam para fora do oceano. Conhecidas como os Doze Apóstolos, essa é uma das mais espetaculares atrações naturais do estado de Victoria. A região da Great Ocean Road tem também um rico passado marítimo. Cidades históricas como Warnambool, Port Fairy e Portland permitem aos visitantes vivenciar um pouco da atsmofera de vilas marítimas, com seus cais pesqueiros, edifícios coloniais lindamente preservados e museus marítimos que contam a história de navios que naufragaram pela extensa costa. 

THE GRAMPIANS

Os Grampians oferecem uma abundância de acomodações ideais para férias de inverno e atividades de aventura. Os espetaculares parques nacionais oferecem uma ampla diversidade de vida selvagem nativa, trilhas pitorescas e cenários de tirar o fôlego!

GOLDFIELDS

A descoberta do ouro na região central de Victoria, há mais de 150 anos, deixou um rico legado em praticamente todas as cidades da área de Goldfields, onde atualmente visitantes podem aprender sobre a história dessa época em várias atrações como Sovereign Hill, o Centro Eureka e a Mina de Ouro Central Deborah, que oferecem uma fascinante visão sobre a vida sob e sobre o chão durante os anos de 1850 e 1860. Localizada na área onde existia uma mina de ouro, Sovereign Hill é um museu a céu aberto que recria a era da corrida do ouro em detalhes verdadeiramente fascinantes. A região também abriga cafés, restaurantes, galerias excelentes, vinícolas e jardins.

GIPPSLAND

A famosa região dos Lagos Gippsland abriga uma inspiradora paisagem formada pelas exuberantes samambaias do Parque Nacional de Tarra Bulga, pelas lindas flores selvagens do Monte Baw Baw, pelas espetaculares cavernas de calcário perto de Buchan e pelas vistas magníficas do Pequeno Rio Gorge. Com os mais finos e frescos produtos localmente produzidos, a região de Gippsland é também o destino perfeito para os amantes da boa gastronomia.

THE MURRAY

A região do Rio Murray oferece ótimo clima, cidades históricas, gastronomia extraordinária e infindáveis oportunidades para prática de atividades ao ar livre ao longo de um dos rios mais famosos do planeta!
O Rio Murray é um dos rios navegáveis mais longos do mundo, com seus 2700 quilômetros que vão desde os pés das montanhas de Great Diving Range, no nordeste de Victoria, até próximo à cidade de Adelaide, capital de South Australia.
O distrito de Echuca-Moama oferece uma visão única sobre a rica história fluvial local, abrigando a maior frota de barcos a vapor da região e também um autêntico porto em funcionamento, onde pode-se observar barcos sendo restaurados - muitos deles estão ainda em funcionamento e fazem curtos cruzeiros pelo Rio Murray. Aliás, uma exótica alternativa para explorar a região é alugar uma casa-barco para navegar o rio em um ritmo próprio, parando ao longo do caminho para explorar restaurantes, vinícolas e campos de golfe que se alinham às margens do rio.
Mildura, por exemplo, é conhecida por seus produtos locais, sua variedade de premiadas vinícolas e sua culinária magnífica, sendo uma ótima base para quem quer explorar o interior australiano como, por exemplo, o Parque Nacional do Mungo, com suas espetaculares dunas de areias e cultura aborígene.
Enquanto Echuca-Moama, Mildura e Albury Wodonga estão entre os mais populares destinos às margens do Rio Murray, vale salientar que existem várias outras pequenas cidades e vilas que valem a visita de quem viaja pela região.

Developed by André Feijó